quinta-feira, 18 de agosto de 2016

MARTIN SCORSESE: Após anos de conflito com a China, futuros longas do diretor serão lançados no país

Yeeeeeeeeeeeeeeeeeeeah, Cinemaster! Afinal, desde que Scorsese lançou em 1997 Kundun, a cinebiografia de Dalai Lama, que seus projetos ficaram um tanto retidos na China, principalmente, por serem considerado pela censura de lá influenciáveis demais. Wooow! E só pra citar como exemplo, Ilha do Medo, Os Infiltrados e o genial O Lobo de Wall Street nem foram cogitados a serem comprados por distribuidoras chinesas. Mas como nem tudo é só conflito, em 2012, com o muito legal A Invenção de Hugo Cabret, o país abriu as portas para o lançamento da produção, mas ainda assim foi de forma muito particular, nada em escala nacional! No entanto, contudo, todavia... te trago ótimas News, Cinemaster. O The Hollywood Reporter confirma que tanto Silence, quanto The Irishman já foram vendidos para distribuíras locais, o que torna viável a aprovação da censura chinesa nuns 50%! =D E outra, a publicação também cita que pela primeira vez as produções de Scorsese poderão se tornar fenômeno de bilheteria. O Lobo... faturou incríveis US$ 392 milhões no mundo, sendo o maior faturamento na carreira de Martin! =D Mas é aquilo, quem precisa de bilheteria quando o cacife, o profissionalismo e a criatividade do diretor são geniais?! =D

P.S. A China considera Dalai Lama um líder separatista. Já que Lama é tibetano e a população dessa região luta até hoje pela independência do local.

SILENCE: Martin Scorsese diz que em outubro a Paramount deve anunciar data de estreia

THE IRISHMAN: Novo longa de Scorsese com Al Pacino e Robert De Niro deve estrear em 2018

Por: Diego Domingos
Publicado em: 18/08/16

 

Jack