quinta-feira, 25 de agosto de 2016

OSCAR: Em defesa a Aquarius, Mãe Só Há Uma e Boi Neon se retiram na disputa

Wooooooooow, Cinemaster!!! Se a história já estava séria antes, agora é que vai pegar fogo. Eu e você já vimos aqui no #CinemaNews que após o elenco e a equipe técnica de Aquarius realizarem protestos no tapete vermelho do festival de Cannes por conta do impeachment de Dilma Rousseff, os integrantes do Ministério da Justiça passaram a perseguir a produção. Tanto que a injustificável classificação 18 anos foi concedida a uma produção que ficaria tranquilamente nos 16 anos. E com a aproximação do Ministério da Cultura com clássico período em que se escolhe o candidato brasileiro ao Oscar, Anna Muylaert e Gabriel Mascaro, respectivamente, de Mãe Só Há Uma e Boi Neon retiraram suas candidaturas. Ambos citam que 2016 é o ano de Aquarius ser indicado, sobretudo, pela produção já ter sido apresentada ao mundo como uma voz para o possível/injusto impeachment. Tudo que Aprendemos Juntos, Mais Forte que o Mundo – A História de José Aldo, Pequeno Segredo e logicamente Aquarius... continuam na disputa. Mas não preciso nem dizer quem vai ganhar, não é, Cinemaster?! Aquarius é o que mais merece, afinal, o fato de ter sido selecionado para Cannes tem um peso indiscutível na seleção. 


Por: Diego Domingos
Publicado em: 25/08/16

 

Jack