segunda-feira, 1 de agosto de 2016

SEQUESTRO NO ESPAÇO: Luc Besson é condenado em tribunal por plagiar Fuga de Nova York

Wooooooooow, Cinemaster! E a história mais curiosa de plágio no cinema mundial parece ter um fim mega sombrio para um dos roteiristas, Luc Besson. E o mais curioso ainda, a News da condenação vem uma semana depois do primeiro trecho de Valerian ter sido apresentado e aclamado por parte do público na San Diego Comic-Con. Então, partiu... que eu vou te explicar tintim por tintim do ocorrido. Em 2014, a StudioCanal, produtora francesa detentora de Fuga de Nova York (thriller dos anos 80 com Kurt Russell) processou a EuropaCorp por plágio em Sequestro no Espaço, sci-fi comandado por Stephen St. Leger, James Mather, mas que conta com, além de James e Leger, Luc Besson no roteiro. Na época que a produção foi lançada, diversos veículos disseram que Sequestro no Espaço era idêntico a Fuga de Nova York. E um tribunal na França deu a segunda vitória seguida para a StudioCanal. Com isso, Besson, os diretores e a EuropaCorp terão que pagar, no total, cerca de US$ 100 mil para a produtora francesa e para John Carpenter, diretor do longa original!

P.S. O tribunal disse o seguinte Cinemaster como decisão final: "Ambos apresentam um herói atlético, rebelde e cínico, que é condenado a um período de encarceramento isolado - apesar de seu passado heróico, é dada a ele uma oferta de partir para libertar o presidente dos Estados Unidos e sua filha em troca de liberdade. O herói também consegue, sem se detectado, entrar em um local onde o refém está localizado por meio de um planador, e encontra um ex-associado que morre. E no final da produção, ele mantém para si uma série de documentos conquistados ao longo da narrativa."


Por: Diego Domingos
Publicado em: 01/08/16

 

Jack