segunda-feira, 12 de setembro de 2016

OSCAR 2017: Pequeno Segredo vai representar o Brasil, Aquarius - de maneira impressionante - fica de fora

Eu realmente estou sem palavras!!! E o mais curioso é que não há nem como ter uma base para comentar sobre Pequeno Segredo, já que o longa ainda vai estrear em 22 desse mês. O Ministério da Cultura acaba de confirmar que Pequeno Segredo comandado por David Schurmann vai representar o Brasil entre as produções indicadas para avaliação ao Oscar 2017. O processo de inscrição do longa junto a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood vai ser concluído até o final deste mês, a partir daí Cinemaster... é cruzar os dedos pra que dê tudo certo. Enquanto com Aquarius a indicação tornava-se completamente provável, com Pequeno Segredo tornasse um tanto complicado. Afinal, o longa não tem currículo perante a imprensa mundial, a crítica, é realmente uma situação curiosa. A história da produção é a respeito de Kat, filha adotiva de Heloisa e Vilfredo Schurmann. A garotinha morreu em 2006, inspirando assim toda a família a continuar nas suas navegações pelo mundo.

Os concorrentes ao Oscar 2017 vão ser conhecidos em janeiro e a cerimônia acontece em 26 de fevereiro. 

As películas que estavam concorrendo: 

A Despedida, de Marcelo Galvão;
Mais Forte que o mundo, de Afonso Poyart; 
O outro lado do paraíso, de André Ristum; 
Pequeno segredo, de David Schurmann; 
Chatô – O rei do Brasil, de Guilherme Fontes; 
Uma loucura de mulher, de Marcus Ligocki Júnior; 
Aquarius, de Kleber Mendonça Filho; 
Nise – O coração da loucura, de Roberto Berliner; 
Vidas partidas, de Marcos Schetchman; 
O começo da vida, de Estela Renner; 
Menino 23: Infâncias perdidas no Brasil, de José Belisario Cabo Penna Franca; 
Tudo que aprendemos juntos, de Sérgio Machado; 
Campo Grande, de Sandra Kogut; 
A bruta flor do querer, de Andradina Azevedo e Dida Andrade; 
té que a casa caia, de Mauro Giuntini;
O roubo da taça, de Caito Ortiz.



Por: Diego Domingos
Publicado em: 12/09/16

 

Jack