terça-feira, 14 de março de 2017

THE OTHER SIDE OF THE WING: Netflix vai finalizar e lançar o último longa do mestre Orson Welles

Wooooooooooooooooooooooooow, Cinemaster. Uma atitude sensacional da Netflix, mas faço do Collider as minhas palavras, é um tanto icônico que uma plataforma de streaming lance o último longa de um dos maiores ícones na história do cinema mundial. Em comunicado oficial, a Netflix confirmou que cuidará de toda a remasterização do material para o digital, e que o lançará. Mas, contudo, todavia, eu não ficaria surpreso se a plataforma realizar sessões da produção pelo mundo, afinal,  é realmente um marco na história do cinema mundial. =D Frank Marshall, um dos grandes produtores de Holly, é quem supervisionará todo o material. Shoooooow de bola. =D

THE OTHER SIDE OF THE WING: Netflix quer financiar clássico inacabado de Orson Welles

THE OTHER SIDE OF THE WIND: Produtores lançam campanha para finalizar último longa do grande Orson Welles


Orson Welles surgiu com a ideia original por volta de 1937, depois de uma disputa com o roteirista Ernest Hemingway, que admitia ter escrito a trama. E a história em si era sobre um escritor machista cuja carreira estava em declínio. Quando Ernest se suicidou, Orson resolveu alterar a história para não causar maiores confusões futuras, assim, a narrativa virou-se para um diretor de Hollywood que tenta retornar ao trabalho por meio de longas com grandes quantidades de cenas de sexo. O projeto foi filmado em 8 mm, 16 mm e 35 mm durante a década de 70. Welles chegou a finalizar as gravações, mas faleceu em 1985, durante a pós-produção. No entanto, o longa ainda não havia conseguido distribuição de um grande estúdio, então tudo ainda estava por conta de Orson, resultando assim numa película que pertence somente aos seus herdeiros.

Por: Diego Domingos
Publicado em: 14/03/17

 

beleza oculta