ANIQUILAÇÃO: Netflix e Paramount planejam lançar longa de Natalie Portman internacionalmente

Whaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaat?! Como assim, Cinemaster?! Eu louco pra conferir Aniquilação na telona e vai vir pra telinha?! Pois é, Cinemaster. O Deadline confirma que a Netflix e a Paramount estão em negociações finais pra que Aniquilação seja exibido nos cinemas dos EUA, do Canadá e da China, mas internacionalmente a plataforma de streaming é quem vai cuidar do lançamento. =X É uma pena Cinemaster, mas essa é a mais nova estratégia global da Netflix, lançar longas nos cinemas americanos – para que eles se tornem aptos a indicações a prêmios – mas que por não terem tanta força internacional cheguem diretamente na plataforma. =X O elenco não vou nem comentar muito porque a galera é foda pra caramba, só tem ator – A – de Holly (Natalie Portman, Jennifer Jason Leigh, Tessa Thompson, Gina Rodriguez e Oscar Isaac). A estreia Cinemaster tá agendada pra fevereiro de 2018, ou seja, o primeiro trailer deve estar à caminho. =D Uhuuuh! =D


ANIQUILAÇÃO: Oscar Isaac diz que adaptação do sci-fi é “muito estranha, mas muito bonita”

ANIQUILAÇÃO: Adaptação com Natalie Portman, Tessa Thompson, estreará em fevereiro de 2018

ANIQUILAÇÃO: Com final espetacular e tido como “surreal”, autor do livros comenta longa

__

A Área X está isolada do restante do mundo há décadas, e a natureza tomou para si os últimos vestígios da presença humana. Uma primeira expedição de reconhecimento voltou de lá relatando uma terra intocada, um paraíso edênico; a segunda terminou em suicídio em massa; a terceira, em um tiroteio dentro do próprio grupo.

Até que os membros da décima primeira expedição retornaram como meras sombras do que eram antes e, após algumas semanas, morreram de câncer. Em Aniquilação, primeiro volume da trilogia Comando Sul, o leitor se junta à décima segunda expedição.

O novo grupo é formado por quatro mulheres: uma antropóloga, uma topógrafa, uma psicóloga — líder da missão — e uma bióloga, a narradora do livro.

Seus objetivos são mapear o terreno, identificar todas as mudanças ambientais, monitorar as relações entre elas próprias e, acima de tudo, não se contaminarem.

As mulheres atravessam a fronteira esperando o inesperado… e é exatamente isso o que encontram.

Mas o que de fato vai definir os rumos da expedição não é o que está lá, e sim o que elas trazem consigo desde o outro lado da fronteira e os segredos que guardam umas das outras.

__

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *